quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Divisão Panzer


A lendária Divisão Panzer de novo na área!
Renovada, com moral renovada e novo objetivo em vista.
2 anos parada, ganhando pó e perdendo o nível,
mas agora com 100% da capacidade!

terça-feira, 19 de junho de 2012

Lentidão


Lentidão. Pura lentidão. Parece que quando entro de ferias, minha vida
desacelera de tal forma que me sinto uma lesma, tentando rastejar 
futilmente para algum sentido, seja lá qual for. Me sinto desmotivado.
Parece que a força da vida me foi roubada.

Ao mesmo tempo que, nesses tempos, descanso e me recupero dos
momentos de correria da vida, do estresse do dia a dia.

Talvez o que me falte é aproveitar melhor aquilo que tenho e deixar
de complicar as coisas. A vida é simples, nós que complicamos

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Quebra de Paradigmas


Quebra de paradigmas. Mais que necessário em alguns momentos da vida. Posso dizer que de algum tempo pra cá tenho feito isso. Tenho mudado minha forma de ver o mundo. Tenho tentando conceber minha visão de vida de forma mais alegre, mais otimista, mais romântica e por que não dizer mais espiritual. Isso tem me feito muito bem. Estou deixando de ser uma pessoa completamente realista e dura para algo mais completo, mais leve. Ter deixado de ser ateu me permitiu me abrir para novas visões de mundo mais misteriosas e que de alguma forma conseguem conceber melhor fatos que aconteceram comigo.

Não sei dizer para onde irei, nem como irei, mas sei dizer que o caminho que eu trilhar será um caminho mais feliz, mais alegre, com menos dor, menos raiva, menos desconfiança infundada do mundo e das pessoas.

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Mudanças


Mudanças. Na vida, eu digo. Um processo construtivo.
Dores do passado e felicidade para o futuro próximo.
Sombras e Luz. Olhar para o abismo pessoal e aprender.
Enxergar que você é o centro da sua vida, mas não é
o centro do mundo. Enxergar que não somos uma ilha.
Perceber que mudar é uma arte e uma dadiva incrível.

Então, faça como eu, Mude...


domingo, 13 de maio de 2012

Amizade


Amizade, a melhor coisa na minha vida neste exato momento.

É a família que escolhi para minha vida. São as pessoas que amo de uma forma que somente
a amizade poderia permitir. São aqueles que conseguem ver o que sou alem do que existe
por fora. São aqueles que me ajudam e são aqueles que eu ajudaria sempre na minha vida.

Espero poder sempre poder amar meus meus amigos sempre, da forma que mais for forte e intensa.
Abraços em todos e todas que estão em minha vida.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Sentimentos e Olhares

No poço seco de vida que reside em meu peito
Percebo o teu olhar
Os sentimentos que dele extravasa me deixam com medo
Assim como uma criança perto do mar...

Respiro e meu coração bate
Mas me sinto morrendo
Somente sua existência rebate
Este vão sofrimento

Cade você, alem de estar nos meus sonhos?
Eu vivo nessa realidade crua
Te procuro com todo meu esforço
Mas você reside alem da linda Lua

Assim como as musicas de amor
Que me tocam o sentimento
Você sem estar aqui só me é dor
Tua distancia é meu sofrimento

Teu olhar é meu alivio
e só assim vivo sem suplicio

terça-feira, 27 de março de 2012

Rachado

Hoje me vi com uma rachadura. Por esta rachadura escapava um torrente de coisas que não sabia dizer o que era. Pensei em ir ao medico. Sim, fui ao medico. Ele me disse que aquela rachadura estava deixando escapar sentimentos. Perguntei a ele, com certa apreensão, o que poderia remediar tal situação. Ele infelizmente baixou a cabeça e me disse que meu estado era irreversível. Sai daquele local insipido pensando em minha morte, lenta e sozinha.

Cheguei em casa, um tanto desgostoso com a situação, e fui me deitar. Quando acordei, tempos depois, notei que a rachadura aumentou. Os tais sentimentos, coisas estas que se acotovelavam para sair do meu corpo, tomaram parte da minha mente e estavam a me impulsionar em direção a porta de casa, como se quisessem me atirar no mundo. Pensei em resistir mas não foi possível. Me deixei fragilizar por tais sentimentos.

Segui pelas ruas da cidade, guiado pela mão e pela mente pelas entidades que saiam de mim mas não as reconhecia. Por que estou aqui, eu pensava. O que elas querem comigo? A resposta obviamente não chegava. Tal jornada me levou a uma sequencia de momentos passados.

Um destes momentos foi o dia em que, ao lado de uma amiga minha que hoje não mais mora na cidade, me sentei para ver o mar e tomar um sol. Um dos tais sentimentos, o que se chamava Paz, me disse que foi ali que eu me senti em paz comigo mesmo. Foi ali que eu conheci este sentimento.

Fui levado dali para outro local. Cheguei a minha antiga faculdade, aonde em um banco conheci uma menina linda, branca como mármore, de riso frouxo e cabelos esvoaçantes. Neste momento o sentimento da Paixão, muito vibrante, colocou a mão no meu coração e me disse que ali ele havia me tocado pela primeira vez. Eu me senti apaixonado de novo, em um breve lapso de tempo. Chorei.

Dali me desloquei para um pequeno apartamento, aonde mora a mulher da letra N. Tal mulher foi minha namorada, mas hoje estamos afastados. Quando a vi, um trio de sentimentos chegou até mim. Amor, Culpa e Fracasso. O Amor me disse que foi com aquela mulher que comecei a amar alguém de verdade, mas a Culpa e o Fracasso logo interromperam e somente me olharam geladamente. Senti um aperto no peito que muito me doeu. O peso se abateu em mim. Me levantei, mesmo pesado, e segui meu caminho.

Me desloquei até o primeiro local aonde comecei a morar nesta cidade. Quando la cheguei, me vi muito menor e mais fraco, alem de indefeso. Comecei a sentir inexplicavelmente algo muito forte, que quase me matou. A Tristeza se fez presente e disse que era o sentimento que mais sinto na vida. O Ódio e Raiva também logo chegaram, dizendo que eram irmãos da Tristeza. Os três juntos pareciam titãs imensos, implacáveis em suas vontades e virtualmente indestrutíveis. Suas vozes ressonavam em uníssono. Diziam que foi ali que comecei a criar as rochas que hoje me cobrem. Diziam que foi ali que me perdi para os sentimentos bons. Senti que eles não eram culpados, mas que algum dia terei que derrota-los.

Quando voltei para casa, vi sentado no sofá a Solidão, que logo me abraçou como se não houvesse amanhã. Abracei ela de voltei e pude lhe entender. Ela me disse que eu a sinto todos os dias, que é a unica parceria que tenho. Quase me deixe levar por tal coisa, mas antes disso, a Amizade interferiu, dizendo que não estava completamente sozinho. Mesmo longe, vi cada um dos meus amigos em algum momento comigo. Isso me deu um alivio.

Lembro-me de ter procurado a tal Felicidade, que dizem ser o sentimento mais belo de todos. Perguntei aos sentimentos se eles tinha visto a Felicidade. Todos eles olharam para mim, de forma avergonhada, e disseram que a Felicidade estava ausente. Perguntei o por que. Eles não conseguiram me responder.

Desde então, estou a procura da Felicidade, o ultimo dos sentimentos.

segunda-feira, 19 de março de 2012

O corredor


Hoje me vi em um corredor. Ele fedia a urina e morte lenta. Quase uma especie de purgatório na Terra, pude sentir o calor nauseante. A decadência se encontrava em toda a parte. A cor azul que lhe é atribuído mal disfarça a aura negra de doença e pestilencia presente. Havia varias macas espalhadas por entre as artérias deste vil local, mas não eram seres humanos que ali sem encontravam prostrados. Eram sombras. Almas em busca de alivio para seu sofrimento. Restos alquebrados de uma população carente por saúde. Ali a corrupção dos demônios queima como mil fogueiras, prontas para calcinar os restos de carne e osso, para assim se alimentarem e se manterem gordos e pecadores.

sábado, 17 de março de 2012

Azar

Azar. Palavra recorrente no meu parco vocabulário. Azar. Verifico alguns dias que tenho muito azar. Mas será? Não creio. Muito do meu azar é algo que crio através da minha burrice ou falta de senso de ridículo. Muito do meu azar é claramente auto infligido. Eu sou parcialmente culpado de uma profecia que se auto repete e assim alimenta meu parco sentido de realidade e de sabotagem da minha própria vida.

Mas até mesmo um ignorante na arte de previsão poderia analisar que algumas coisas são exatamente azar puro e simples, em sua mais potente versão, sem que eu tenha nenhum tipo de ação para ajudar tal força inexorável.

Existem realmente os tais dias de azar. Posso dizer que passei por um hoje. Fatalmente esse dia se iniciou com um azar auto infligido, devido a minha inépcia em determinar dificuldade de certos desafios (ou simplesmente não fazer uma merda flagrantemente clara). Culpa somente minha. Infelizmente o dia se desenrolou em outros fatos agourentos em que minha capacidade de evita-los era nula. Eles simplesmente aconteceram.

Fatalmente, como me disse alguma pessoa de passageira relevância neste dia: Este tipo de coisa serve para a gente aprender. Concordo, serve para a gente aprender. Mas por que o aprendizado sempre tem que ser sofrido? será que é a vida dizendo que somente desta forma aprenderei? ou simplesmente essa frase serve como um consolo deveras fútil?

Como se diz: errar é humano, insistir no erro é burrice

segunda-feira, 12 de março de 2012

Egoismo

Viver muitas vezes é uma atividade egoísta. Muitos não vão querer admitir e vão dizer coisas como "Você é um monstro" ou "Você não tem alma" e coisas do tipo. Felizmente, estou longe de ser qualquer coisa que me digam.

Digo por experiencia própria que, quando me foco em mim e na minha vida, as coisas se acertam. Infelizmente, quando tento incluir pessoas na minha vida, as coisas saem dos trilhos. Talvez seja minha intensidade em fazer as coisas de forma ou 8 ou 80.

Alguns estilos de vida, por exemplo, exigem que você se foque muito mais em si do que em qualquer outra coisa ou pessoa. Talvez esse seja o sacrifício em prol da excelência, talvez isso seja a tal falada obsessão de algumas pessoas em relação a um objetivo especifico.

Acho que, como em qualquer situação, as pessoas devem fazer escolhas e escolhas, e pagar por estas escolhas.

quinta-feira, 8 de março de 2012

Viúva Negra

Viúva negra, aqui estou diante de ti. Sei do perigo que é estar aqui contigo. Sei que tu es mulher fatal, que seduz os homens e depois os mata, se livrando deles como quem se isto fosse um fato natural, um fato corriqueiro. Sei que cada passo em direção a ti pode ser o ultimo, mas a adrenalina da situação entorpeceu meus sentidos. Somente consigo ir em frente, em busca de um fugaz momento de prazer e paixão antes do meu ultimo suspiro. Talvez minha coragem seja minha ruína, mas não consigo e nem quero escapar da tua atração.

Ó mulher aranha, me leve contigo para sua teia!

segunda-feira, 5 de março de 2012

O tempo de esperar...


Hoje é o tempo de esperar,
esperar que as mudanças cheguem,
para que assim a realidade
se modifique para melhor

Hoje é tempo de esperar,
não criar expectativas irreais,
evitar a impaciência,
deixar as peças se encaixarem

Hoje é tempo de esperar
aquele momento único,
em que duas almas únicas
se encontram em ressonância

Hoje é tempo de esperar,
para que o que foi
verdadeiramente se vá
e o novo seja importante

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Eu sou assim...

Nunca me vi ou senti um homem bom. Tambem nunca me dei por mim sendo um homem ruim. Eu sou assim.

Não gosto de pessoas, mas chego a conseguir amar uma ou outra. Eu sou assim

Tenho grande ódio no meu coração duro, mas muito dentro dele, existe a esperança de um mundo melhor. Eu sou assim.

Me chamam de ogro, troll, ignorante, grosso. Tento fingir não doer, mas no fundo, me rasga a alma em dor plena. Eu sou assim

Sou extremamento cético e realista, mas sonhei com mais misticismo e romantismo na minha jornada. Eu sou assim

Me vejo sozinho sempre, como se meu corpo fosse uma ilha e meus olhos um farol a atirar sua luz na escuridão do mar, mas sei que sempre existem barcos a ancorar em mim. Eu sou assim.

Nunca conseguir me entender, mas me julgo capaz de lutar cada batalha com conhecimento de causa. Eu sou assim.

Esse manisfesto simples, ingenuo e um tanto choroso serve para eu dizer a todos que mesmo sendo aquilo que por fora demonstro, por dentro sou muito diferente.

Eu sou assim...

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Verdade

A verdade existe. Ela ainda existe, e na verdade, sempre vai existir. Infelizmente, na grande maioria das vezes, a verdade é crua, cinza, dura, feia, grotesca e por que não dizer dantesca.

As pessoas se agarram precariamente em ilusões porcas, em formas de evitar que o romantismo e mistério se perca de suas vidas monótonas e estagnantes, mas os fatos são os fatos e contra fatos não a argumentos (ou falacias). A vida na grande maioria das vezes não é um conto de fadas e muito menos filme de Hollywood.

Talvez eu seja muito duro. Talvez eu seja uma pessoa com uma visão defeituosa. Talvez eu seja burro. Talvez simplesmente eu esteja vendo as coisas de outro angulo nefasto e sombrio. De qualquer maneira, é assim que vejo. Não posso dizer que não acho isso deveras pesado e que até eu já pensei em tentar infundir mais diversidade e uma ou outra ilusão nesta frieza toda, mas de nada adianta se enganar.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A dream of you

In my heart, in my mind,
in my dreams, you are the most beautiful thing
in my world, I kiss your lips too many times that
i can count. I touch your skin and feel a billion
different feelings. I want to spend all the time of my
life with you.


But, like any dream, you vanish in the end of night, when the
first rays of light pierce my soul and destroy the
only thing that moves my body and my hope.
To me, the day is too long, too painful and too hard.


I only have my thoughts on you...
I only have my thoughts on the lasting night...
When i can sleep and be with you again...

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

KAIOKEN!!!


Como alguns sabem, estou de novo a algumas semanas nessa nova
empreitada de malhação. Ate ai nenhuma novidade. Isso ja ocorreu varias vezes
e foi de curta duração.

Mas desta vez é diferente. Eu sinto isso. Cada treino eu tenho me sentido melhor. Tenho conseguido bater as metas de alimentação que preciso. Investi em comidas boas e em suplementação. Até mesmo adiquiri um cinto para os exercicios pesados (Agachamento e Levantamento Terra). Tenho dormido o maximo que posso para me recuperar.

Posso dizer que estou em plena força, pleno foco, estupidamente motivado.

To como se estivesse metendo Kaioken 20x a cada treino, cada serie. Pode parecer piada, mas
cada dia que malho gosto mais.

Ai alguem perguntaria: Se voce ja malhou antes e não conseguiu nada, não perseverou, e agora nessa sua nova tentativa voce se sente diferente e mais disposto, o que mudou?

Posso dizer que desta vez eu tenho a motivação certa, o objetivo correto, a força que antes eu não tinha, o conhecimento que me era sombrio e hoje não mais, o esforço e a mudança que hoje faço e antes eu não queria fazer.

Como vi em um video motivacional: Não existe atalhos para as coisas boas nesta vida. Sem sacrifico, sem sucesso.

Não quero aqui convencer ninguem a me apoiar. Não estou vendendo uma idea ou um estilo de vida. Não estou querendo atenção. O que quero com este texto é colocar pra fora aquilo que preciso e deixar claro pra mim mesmo, atraves sim de voces, que estou atingindo meu objetivo.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Coração de sangue

Coração que resides dentro do peito
saia da sua cela de carne e sangue
vejas a vida do único jeito
até que a dor estanque

Afunde no vermelho liquido
enegreça com o ódio frio
se mutile até ficar moído
e deixes de ser bravio

Destile sua raiva ate o final
e assim crave o punhal
para que de dentro de ti
surja o amor ali

Da paixão quente
seras um coração novo
nascendo de repente
viveras como um todo

Jamais sera negligenciado
não mais pelo seu dono
pois estarás livres deste fardo
alem do mero escopo

Jamais deixara de ser carmesim
pois esta cor
lhe faz muito bem assim

Saindo das trincheiras


2012 se inicia de uma boa forma, com novas metas a serem cumpridas e novas esperanças a serem sentidas. Uma nova luta se inicia, com mais motivação, melhor conhecimento, esforço renovado.

Sair das trincheiras e entrar na adrenalina da tão temida "terra de ninguem" que a vida representa é uma excelente coisa a se fazer. Mudar os ares e se arriscar a ser alguem diferente, a deixar de viver na preguiça, é aquilo que sempre fiz e tenho que novamete fazer.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

2012: Finalização de um ciclo, Maias e novas Metas

2012 já chegou.

Esse vai ser um ano cheio. Faculdade finalmente chegando ao fim. Foram já 2 anos de luta, notas boas e muita radiação. Este será o terceiro e ultimo. Um ciclo irá se finalizar e vai me permitir atingir a tão sonhada independência financeira e quem sabe com o tempo um local próprio para morar e cuidar.

2012 também é mais um desses anos em que "o mundo vai acabar". Desta vez são os Maias que profetizaram a extinção da raça humana. Engraçado que já existiu outras profecias de extermínio da vida na Terra, mas no entanto, o mundo não se acabou, não choveu fogo dos céus e nem os 4 cavaleiros do apocalipse cavalgaram o solo calcinado das cidades destruídas.
Como sempre, continuo e viver e esperar mais uma data apocalíptica passar em branco.

2012 também é um ano de metas. Varias delas. Economizar mais dinheiro, trabalhar mais e melhor, manter o bom trabalho na faculdade. Essas são as metas fáceis. As metas difíceis são: perder peso, melhorar minha saúde, ganhar uns músculos, manter as mudanças de 2011 e continuar elas em 2012. Nada que esforço e força de vontade não resolva. Motivação eu tenho, mas me falta a disciplina e a consistência. Espero atingir esses pontos de forma impar.

Claro, 2012 também é um ano que tem tudo para ser melhor na areá amorosa. De alguma forma, sinto que terei alguma nova experiencia de vida nesta areá. Espero eu que seja uma experiencia longa e boa, mas como minha vida gosta de ironias, difícil dizer...

Finalizando, espero que seja mais um bom ano e que para quem ler este texto também seja.