quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Vicios de um homem...


Quando me olho no espelho, vejo mais
do que somente meu reflexo fosco,
vejo meus vicios me corroendo lentamente
como acido sulfurico no osso

Me embriago com bebidas e comidas
sem perceber que elas me tragam.
Tento acordar desse pesadelo,
mas minha vida ja se tornou o negro liquido
que sorvo

Durante a noite, na hora mais inexata,
o vicio me chama e me força a traga-lo.
Minha garganta sente o alivio do frio,
mas minha alma se torna mais comrrompida
com o ato.

Não mais tenho forças para lutar,
e não o quero fazer. Meus sentidos
ja foram possuidos por tal vicio
que hoje fazem meu suplicio.