terça-feira, 28 de junho de 2011

Agora, nem antes nem depois

Devemos viver o agora, o momento presente,
saindo do ciclo vicioso de se importar com o passado
ou com o futuro. Devemos transcender as armadilhas
do tempo e viver o presente de forma unica e completa.

Nos possuímos a vontade de poder, como diria Nietzsche,
a arma necessária para atacarmos essa repetição,
esse loop temporal que nos prende a uma vida sem evolução,
sem felicidade real, sempre se importando com o passado
que ja foi e não mais voltara, sempre se importando com
o futuro que depende justamente do presente pra se fazer real