segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Quem é voce???

Quem é voce, mulher das sombras?
Um sonho ou a realidade??
Ilusão ou sensação??
Séra voce quente como um vulcão ou
leve como a brisa do mar??

Vivo a te procurar, escuridão dos
meus desejos profundos.
Me pergunto ate aonde poderei
chegar sem tua companhia...
Ignoro as areias do tempo e espaço,
pois um dia te tomarei nos braços

Tuas madeixas são negras como a noite
ou são loiras feito ouro reluzente?
Tua pele és branca feito a neve ou
bronzeada como uma estatua??

Seras voce um anjo em minha vida,
para acalmar meu coração sofrido,
ou então uma sucubo, que irá incendiar
minha alma dormente??

Imagino tua forma espectral
me olhando com imponencia.
Teus olhos são como redemoinhos
negros, que me arrastam para ti.
Tua mera lembrança me inspira.

No teu encalço estou, e assim
ficarei ate o fim dos meus breves
dias nesta terra. Ate tal encontro,
respiro solidão e suspiro esperança...

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Mascara...

O que esta por detras da mascara???
Um homem??? Uma mulher???
Uma entidade demoniaca???
Um anjo??? Uma ideia???
Não. Por detras desta forma
oca e de expressões rigidas
reside algo. Este algo somos nós,
seres humanos, criaturas feitas
de odio, amor, raiva, paixão.
As mascaras que todos nos usamos
são parte de nos, mas não nos
fazem justiça. O real humano esta
atras daquilo que so é visto na hora,
mas poucos são os corajosos que
largam suas mascaras e são o que são
Se permita a revelar o que esta
detras da sua mascara e seras uma
pessoa diferente. Se permita a
descobrir quem são as pessoas por
detras das mascaras e assim seras
ainda mais feliz e completa

Tinta vermelha, sangue e amor


Eu quero um amor pra amar.
Não um amor vagabundo.
Não um amor cretino.
Não um amor vazio.
Não um amor simples...

Eu quero um amor pra amar.
Um amor infernal, que transforme
minhas visceras em fogo ardente
e que encha meu estomago de
borboletas vermelhas.

Eu quero um amor pra amar.
Um amor cataclismico, que
crie terremotos na minha rotina
e me rache no meio.
Um amor furioso como um ciclone,
que por onde passe deixei a tudo e
a todos de ponta cabeça

Eu quero um amor pra amar.
Um amor de tesão vulcanico
que incinere ate a alma.
Um amor que me drene ate
o resto das forças existentes.
Um amor de proporções titanicas

Eu quero um amor pra amar.
Um amor que seja tão resistente
ao tempo quanto a vida em si.
Um amor que trespasse a mera
realidade concreta.

Eu quero um amor pra amar...