segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Um homem, varias mulheres e a vida


Quando voce é um homem como eu, que
relembra sempre tudo o que passou
de forma extremamente vivida, as
experiencias que temos no decorrer
da vida se tornam ainda mais marcantes
e de dificil assimilação, para não
dizer entendimento com sentimento.

As experiencias em minha vida que mais
me fazem pensar sobre o por que de terem
acontecido e o que eu aprendi com tais
situações foram meus relacionamentos
(em sua maior parte breves e intensos)
com as mais diversas mulheres, fossem elas
brancas, morenas, moralistas ou putas (em
varios sentidos que a palavra se aplique)

Cada uma delas me ensinou algo que guardo comigo
como uma experiencia unica que cada uma
me ofereceu.

A primeira delas, minha antiga musa branca, com seu
jeito meigo e sorriso sincero, ensinou a esse
coração duro e cego que ele poderia
bombear paixão e amor por alguem da forma
mais puro e simples possivel.

A segunda delas, a morena da barra, me fez sentir
novamente aquele impulso sexual instintivo que
a muito tempo estava adormecido. Um novo impulso
assim se seguiu até momentos presentes, mas sem a mesma

A terceira delas, a "Fernanda", essa me ensinou duas coisas.
Uma destas coisas é que até mesmo um homem como eu,
com toda sua aparencia e carisma de um "ogro",
poderia fazer alguem se apaixonar por ele. A outra coisa
que ela me ensinou foi que eu deveria sempre
lutar pela minha felicidade, por mais dificil
que fosse o caminho que escolhi trilhar.

A quarta delas, a letra N, foi a que me mostrou que
paixão e amor não andam sempre de maõs dadas, e
que um namoro é muito mais do que beijos, ligações,
visitas de fim de semana e sentimentos trancados.

A quinta e ultima delas, a geminiana mistica, esta
me ensinou que antes de pensar nos outros eu devo
antes refletir sobre eu mesmo e respeitar meu proprio
tempo, meu proprio andar na trilha que escolhi.

Posso dizer que aprenderei mais, pois o caminho
que escolhi é um caminho longo, que se trilha com força,
perseverança e honestidade